gororoba

cada gororoba é uma. não tem receita certeira, não tem resultado final exato a ser atingido. cada gororoba nasce de um encontro diferente, que transforma, recria, revoluciona. independente do que é, ela vai ser única. 

 

aqui, ela vem da mistura entre brincares: com a luz, com a comida, com a terra. vem de alimentos cultivados com amor e com consciência, selecionados pelo pessoal d’A Colheita. 

vem do colocar a mão na massa pra criar experiências que misturam o gosto, o cheiro, a textura e todas as formas de inspiração que cozinhar traz, pela Mari Puttini. 

vem do criar com as mãos formas e contornos que vem do barro e se tornam arte na forma de cerâmica, pela Vanessa Leite. 

vem do dançar com a luz e com as cores e com salivas e com olhares pra fazer fotografia, com a Olivia Nachle. 

vem do misturar isso tudo pra criar esse conjunto que chega até você, pela Cibele Nogueira. 

desse encontro, nasceu uma revista de arte com receitas e uma exposição-interativa. 

capa, contra-capa e primeira página:

registros da exposição:

  • Black Instagram Icon